segunda-feira, 29 de Março de 2010

VILA COVA e BABIOM (Compostela)

Vila Cova e Babiom - Freguesia de Bugalhido- Concelho de Negreira- Comarca de Compostela

Neste caso é Vila Cova, mas som dúzias os topónimos que na Galiza existem com a palavra "cova": Cova, Covas, Pena Cova, Fonte Cova etc. Por algumha estranha razom, muitos deles fôrom "normalizados" com "b". Será para que custe reconhecer a galeguidade da palavra?

quarta-feira, 24 de Março de 2010

MATA FOLHADA (Eu-Návia)


Mata Folhada - Concelho de Tápia de Casarego - Comarca de Eu-Návia

Parece incrível que cousas assim ainda aconteçam, mas de facto existem. Imaginamos que os agentes espanholizadores desta comarca galegófona inventárom umha lenda qualquer sobre o tal Matafo e umha fada (?) ou Ada que, apaixonad@s, fugírom para o lugar... quem sabe... E corrigir isto, também será delito?

sexta-feira, 19 de Fevereiro de 2010

ALCAVRE (Vigo)

Freguesia de Alcavre - Concelho de Vigo - Comarca de Vigo

MAIS UMHA TÉCNICA DE CORRECÇOM (esta é para pessoas bem curiosinhas!)

O "engenheiro" que nos envia esta sugestom explica:

"as letras som feitas num papel autocolante, e por cima pinta-se com umha caneta e muita paciência :) O mau é que as podem tirar. O bom é que o resultado é optimo :)"

E com efeito, o resultado é imelhorável!

1. PLACA ORIGINAL (na rua):

2. MOLDE:

3. AUTOCOLANTE COM A PALAVRA QUE QUEREMOS TROCAR:



4. OS EXCELENTES RESULTADOS:


Freguesia de Alcavre - Concelho de Vigo - Comarca de Vigo

quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010

RAÍZES (Compostela)

Raízes - Freguesia de Vidoído - Concelho de Ames - Comarca de Compostela

PORTA DOS MARINHOS (Compostela)

Porta dos Marinhos - Freguesia de Íria Flávia - Concelho de Padrom- Comarca de Compostela

FARAMELHO (Compostela)

Faramelho - Concelho de Róis - Comarca de Compostela

domingo, 14 de Junho de 2009

Continuarám aparecendo letras galegas nas estradas!


http://agal-gz.org/blogues/index.php/gent/2009/06/12/continuaram-aparecendo-letras-galegas-na#more6973

Esta semana recebemos umha má notícia: 3 membros da Gentalha do Pichel fôrom condenados a 5 dias de localizaçom permanente e a pagar perto de 500 euros em conceito de indemnizaçom por corrigir topónimos, concretamente na estrada que une a capital com a vila de Noia. Felizmente, os topónimos continuam corrigidos um ano depois de terem sido feitos, e desta maneira na Gentalha tenhem-no claro: "tanto che nos dá, porque a galeguizaçom de centenas de placas da estrada na nossa comarca bem vale esse dinheiro, e mais dias de ‘localizaçom permanente’ se fai falta".

sábado, 18 de Outubro de 2008

MERCURIM (Courel)

Lugar de Mercurim, na freguesia de Seoane do Courel do concelho de Folgoso do Courel.

quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

Estaçom do caminho-de-ferro (COMPOSTELA)


A estaçom encontra-se na Sionlha, lugar da freguesia compostelana de Enfesta.

domingo, 24 de Fevereiro de 2008

TAMBÉM DENTRO DA CIDADE

Esta placa passou de estar numha língua irreconhecível a estar em galego. Será que também seremos multados por corrigir a palavra 'ciudade'?

domingo, 17 de Fevereiro de 2008

quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008

NEM ENCOROS NEM BARRAGENS, E MUITO MENOS EMBALSES

O encoro de Belesar na freguesia que lhe dá nome, no concelho de Chantada

segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

BARQUEIRA VELHA (Ortegal)

Do concelho de Cerdido, na comarca do Ortegal, mandam-nos esta fotografia da placa que nos leva ao hoje pequeno lugar da Barqueira Velha. Os nossos activistas cada vez chegam mais longe!

domingo, 10 de Fevereiro de 2008

A normalizaçom toponímica no EL CORREO GALLEGO

Placa corrigida na Ramolhosa, na freguesia de Luzi (concelho de Teio)

A normalizaçom dos topónimos deve estar a ser intensa na comarca de Compostela, porque é a segunda vez em menos de um mês que o diário santiaguês El Correo Gallego se lamenta. Desta vez (na secçom Así No de hoje), o texto que acompanha a foto que vedes em cima queixa-se do jota de Igreja e, por ter ficado tam curiosinha a correcçom, nem sequer se dam conta que o 'g' de Evangélica tampouco pertencia à placa original. Bom trabalho!

quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008

MONTINHO (Compostela)

O lugar de Montinho encontra-se na freguesia de Íria Flávia, no concelho compostelano de Padrom.

PÓVOA DO CARAMINHAL (Barbança)



As iniciativas normalizadoras vam para além das nossas estradas, como neste caso em que alguém devolveu a forma galega ao emblemático topónimo do Barbança.

quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008

CORUNHA (em Compostela)



Mais 'Corunhas' corrigidos na comarca de Compostela, com e sem artigo. Como na primeira fotografia, é sempre preferível retirar o artigo nas placas das estradas e sempre que o topónimo nom aparece dentro de umha frase. No entanto, se estiver dentro de umha oraçom qualquer, o artigo reaparece: Vou para a Corunha.

terça-feira, 22 de Janeiro de 2008

domingo, 18 de Novembro de 2007

domingo, 11 de Novembro de 2007

PAINÇAL (Vigo)

Outro exemplo de como depois de ene vai ç em galego (e nom z). Neste caso, o lugar do Painçal, na freguesia de Cans, no Porrinho, concelho também galeguizado nesta imagem.

quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

CORUNHA e BETANÇOS

Um activista normalizador restitui o cê-cedilhado a Betanços
Lembra que, depois de ene, em galego sempre vai ç e nom z, excepto em mui poucos casos como a palavra cinza. Esta regra poderá ser-che útil para corrigires muitos topónimos.

quarta-feira, 31 de Outubro de 2007

GALIZA já tem praça (em ARÇUA)

Os nossos parabéns para o BNG de Arçua, que decidiu pôr o nome de Galiza à principal praça da vila (na imagem). O PP já anda a mover alguns vizinhos e vizinhas para lhe conservarem o nome de España, mas parece ser que desta vez nom o vam conseguir. O verdadeiro nome do País avança.

terça-feira, 30 de Outubro de 2007

GANHOU O NH EM TRÁS-ANCOS


Dous militantes da organizaçom política NÓS-UP fôrom absolvidos por galeguizarem o topónimo que vês na imagem, e ainda outros da zona ferrolana da Malata. Os polícias denunciantes nem sequer aparecêrom no julgamento, no qual os activistas normalizadores figérom umha firme defesa da necessidade da correcçom dos topónimos espanholizados. Só podemos dar os nossos mais sinceros parabéns a estes dous jovens. No portal da AGAL podes ler a crónica completa do acontecido.

sexta-feira, 26 de Outubro de 2007

GRANHA (Vigo)

E alguém dirá que a culpa é do reintegracionismo!

O reintegracionismo restitui os nomes tradicionais às nossas vilas e aldeias, como neste caso da Granha, na freguesia de Cans, no concelho do Porrinho. Mas nada tem a ver com o desleixo com que as instituiçons tratam a paisagem rodoviária, abandonando muitas placas da estrada comestas polas silvas. Mas sempre haverá alguém que diga que 'a culpa é do nacionalismo'. E nom terám mais que fazer?

PINHEIRO (Compostela)

Mais um Pinheiro rectificado, que nos enviam da freguesia do Eixo (concelho de Compostela)

sábado, 20 de Outubro de 2007

sábado, 13 de Outubro de 2007

VILARINHO (Compostela)


Cornes e Vilarinho - Concelho de Val do Duvra
Velhas correcçons de um dos topónimos mais numerosos da Galiza. Apesar da sua freqüência como nome de lugar (mais de 130 em todo o País), ainda haverá quem defenda a legitimidade do apelido 'Villarino', resistindo-se a corrigir esta bárbara castelhanizaçom.

sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

CAPELA DO SANTIAGUINHO (Compostela)

Capela do Santiaguinho - Concelho de Vedra

quinta-feira, 11 de Outubro de 2007

ULHA (Ulhoa)


O LH é mui freqüente na nossa toponímia

Se trabalhas com pintura, o LH é um dígrafo mui fácil de corrigir. Antes de apagares nada, pinta o H sobre o L. Depois, só tés que pintar de branco a base do antigo L, felizmente desaparecido. Na imagem podes ver um exemplo: costuma ficar bem.

quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

QUINS (Ribeiro)

Um outro dos muitos nomes de localidades que os toponimizadores oficiais se resistem a regaleguizar. E neste caso... quem está a quebrantar a lei?

terça-feira, 9 de Outubro de 2007

PONTE DE SARANDOM (Compostela)

Ponte de Sarandom - Concelho de Vedra
Um exemplo do característico -M final das placas corrigidas. Afinal, até fica melhor, nom é? Lembra que a terminaçom -OM nom leva acento em galego.

quinta-feira, 4 de Outubro de 2007

segunda-feira, 1 de Outubro de 2007

PARDAZES DE BAIXO... e DE RIBA (Compostela)



Como já explicamos noutra ocasiom, as formas 'de Arriba' e 'de Abaixo' som espanholismos nos numerosos topónimos galegos que contenhem estes sintagmas.

Em Pardazes, lugar da freguesia da Peregrina, no concelho de Compostela, temos outro exemplo de vitória toponímica nas nossas estradas.

domingo, 30 de Setembro de 2007

PINHEIRO (Deça)

Freguesia de Pinheiro - Concelho de Silheda

Em todo o mundo há centos de milhares de topónimos e apelidos Pinheiro. Mais de 200 milhons de pessoas escrevem-no com nh. E nós? Queremos escrevê-lo diferente? Ou simplesmente queremos escrevê-lo à espanhola?

sábado, 29 de Setembro de 2007

BELÉM (Compostela)




Na bonita aldeia de Belém, que conta com um conjunto de contruçons tradicionais digno de visitar, as placas colocadas pola Deputaçom também tivérom em conta antigas correcçons de activistas normalizadores.


Lugar de Belém - Freguesia de Santa Cristina de Fecha - Concelho de Compostela

sexta-feira, 28 de Setembro de 2007

TRAÇO (Ordes)

Cada vez é mais difícil chegar a Traço sem ver o topónimo correctamente escrito.

quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

CARVALHO (Bergantinhos)

Carvalho é umha das palavras que mais nos identifica como povo de cultura galego-portuguesa no mundo, presente como está em milhares de apelidos e topónimos. Porque nos obrigam a escrevê-la diferente ao resto dos países de língua galega?